Tudo azul

“Blue” (1971), da canadense Joni Mitchell, sempre foi um disco muito querido pra mim. Sempre me fascinou ouvir aquela voz cristalina que cantava a mais delicada e profunda poesia, acompanhada por um piano, um violão e alguma percussão mínima. Seja falando sobre família, sobre saudades, sobre amores perdidos, o disco encara uma nudez emocional absoluta. E talvez por isso, continua muito atual até hoje.

Há um bom tempo eu flertava com a ideia de tocar esse disco na íntegra um dia, trazendo essas canções tão fortes e tão icônicas pra minha voz.

E aí, há mais ou menos um mês, descobri que o disco completa 45 anos agora em junho. Foi o bastante pra eu decidir que agora tinha que acontecer. Corri pra organizar tudo e agora posso confirmar: no dia 17 de junho, toco o disco na íntegra no palco do Teatro da Rotina, em São Paulo, e com direito a algumas surpresas.

Subo no palco com Wagner Campagner (guitarra e lap-steel) e Marcelo Vargas (percussão): um novo e um velho amigo.

Compareçam que vai ser lindo!

Guilherme Eddino canta BLUE de Joni Mitchell

17 de junho, às 21h

Teatro da Rotina (R. Augusta, 912, São Paulo-SP)

Ingressos à venda em breve através do site RockBee

 

poster

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s